segunda-feira, 15 de maio de 2017

Ninguém escapa

Não é exagero dizer que a Odebrecht corrompeu todo o Brasil. Os 26 estados e o Distrito Federal têm políticos na lista do ministro Edson Fachin, do STF, ou receberam pedidos de investigação relacionados ao acordo de colaboração.

Se antes Paraná, Rio, São Paulo, Pernambuco, a Justiça Federal e as cortes superiores no Distrito Federal conduziam inquéritos relacionados à operação, no pós-Odebrecht, 20 estados e o DF terão células da Lava-Jato em busca de esclarecer fatos narrados pelos executivos da empreiteira baiana.

Ao encaminhar petições ao Supremo com base nas revelações da Odebrecht, no mês passado, a Procuradoria-Geral da República solicitou que mais de 200 casos fossem remetidos a outras instâncias judiciais. Há menções a ex-prefeitos, prefeitos e deputados estaduais.


Nenhum comentário: