sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Senado hereditário: Garibaldi Alves está esquentando sua cadeira para seu filho

De pai para filho
Pessoas ligadas ao senador Garibaldi Alves estão certas que ele não pretende ser candidato ao Senado.

O projeto de Garibaldi é fazer uma aliança que garanta a eleição do seu filho Walter Alves para sucedê-lo do Senado.

Não existe restrição aos aliados, pode ser qualquer um, desde que assegure a eleição do filho.

Garibaldi só será candidato ao Senado se não conseguir fazer um acordo que garanta a eleição do filhote.

4 comentários:

karol polskaun disse...

Profissionais da política. Eleitores subservientes.
Realidade brasileira.

Bruno Coriolano disse...



Temos que parar a sangria. Não vamos mais votar em nenhum deles.

Marcos pinto disse...


Chega de atraso nesse nosso Rio Grande sem norte, sem sorte e sem prumo!. No próximo ano vamos derrotar todos os oligarcas ALVES, MAIA e ROSADUS, que constituem o câncer político potiguar.

vilberto disse...

“Tradição significa conceder votos à mais obscura de todas as classes: nossos ancestrais. É a democracia dos mortos. A tradição recusa submeter-se a essa arrogante oligarquia que meramente ocorre estar andando por aí.”
Gilbert Chesterton