segunda-feira, 12 de junho de 2017

Saneamento básico: um tema esquecido em Apodi

Ter saneamento básico é um fator essencial para um país poder ser chamado de desenvolvido. Os serviços de água tratada, coleta e tratamento dos esgotos levam à melhoria da qualidade de vidas das pessoas.

A ausência de saneamento básico em Apodi provoca a transmissão de doenças, contaminação de alimentos e de água, sendo que as crianças são as principais vítimas. A OMS estima que 6% de todas as doenças no mundo são causadas por consumo de água não tratada e pela falta de coleta de esgoto. Entre elas estão: hepatite A, febre tifoide, malária, diarreia, cólera, febre amarela, amebíase, etc.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), “saneamento é o controle de todos os fatores do meio físico do homem, que exercem ou podem exercer efeitos nocivos sobre o bem estar físico, mental e social”. Portanto, o saneamento não se restringe ao abastecimento de água limpa e a coleta e tratamento do esgoto sanitário, sendo um conjunto de ações que também inclui a coleta de lixo e a limpeza das vias públicas, proporcionando, assim, um ambiente saudável para os habitantes.

Segundo pesquisa realizada, neste ano pela CNI, sobre indicadores de água e esgoto no Brasil, 83,3% das pessoas dizem ter atendimento com rede de água. Já 55,2% têm acesso ao serviço de coleta de esgoto e 42,7% explicam que o esgoto gerado é tratado.

Por Jânio Duarte

Acompanhe o Blog ApoDiário pelo Twitter clicando AQUI.

Nenhum comentário: